1 de mai de 2012

Mini Fic "Morando com o inimigo" - Capitulo 7 - Maratona Parte 5 | 5/6

Eu ainda sonhava, as flores e o medo, o campo e o escuro...
Acordei assustada com batidas na porta, gritei um "Entra" meio fraco, e Joseph apareceu dentro do meu quarto com o telefone na mão.
- Demetria, tô te chamando faz um tempão...- Ele parecia nervoso e de repente parou de falar, percebi que ele olhava minhas pernas e me segurei para não rir. Fiz um barulho estranho com a boca e ele voltou a falar, mais nervoso ainda.
- É a Miley no telefone, vê se fala logo, eu vou chamar os caras hoje. - Ele me entregou o telefone, eu ainda me controlava para não rir e ele foi embora.

- Oi Mi! - Atendi.
- Amiga linda da minha vida! - Ela disse feliz, e eu ri.
- Nossa, que alegria, tá bêbada ou pegou o Liam?
- Ah cala a boca Demi. - Ela riu, mas sua risada se misturou com outra - que eu conhecia muito bem - no telefone.
- Joseph, desliga o telefone. - Eu disse séria.
- Joseph? - Mi perguntou. Ah meu Deus, eu não tenho paciência.
- É, o idiota tá na estenção. - Os dois riram.
- Então Demi, eu liguei pra saber se você quer fazer alguma coisa, to entediada amiga.
- Putz eu também tô, o que você...- Ia continuar minha conversa, mas o tonto me interrompeu de novo rindo.
- Tá rindo do que Joseph? Aliás, JÁ PEDI PRA VOCÊ DESLIGAR, SAAAAAAAI! - Gritei e Mi ria mais que Joseph, minha amiga também não colabora né?!
- Você não parecia com tédio quando estava em cima de mim. - Ele falou, e Mi deu um gritinho histérico.
- Joseph, isso foi ontem! - Eu disse confusa, que idiota.
- Mesmo assim. - Ele riu.
- Demetria, O QUE VOCÊ ESTAVA FAZENDO EM CIMA DO Joseph? - Desgraçado, ele ia me pagar.
- Heeeeeeey, eu estava tentando pegar a droga do controle remoto, que o Joseph tem uma obceção. - Expliquei.
- Ah HAHAHAHA, eu achei HAHAHA que vocês HAHAHA estavam HAHAHA...
- Cala a boca Miley. Ah vocês são uns idiotas, eu vou desligar pra matar o Joseph, Tchau Mi.
- HAHAHAHA tá, mas eu estou indo prai com as meninas ok, beijos!

Desci as escadas bufando, ia matar ele, MATAR!!! Parei no meio da escada, olhei pra ele com uma cara de assassina, ele riu e fingiu se esconder atrás de uma almofada que não cobria nem sua cara direito. Pensei numa forma de tortura mil vezes pior que a morte, e eu comecei a colocar em pratica. Ainda estava com o short jeans, então eu desci completamente a escada enquanto ele me observava, senti seus olhos nas minhas pernas e sorri com isso. Passei por ele e abaixei para pegar um CD. Eu nunca faria isso, sempre tive vergonha de usar short, vestidos, e etc, mas com ele era diferente, eu até gostava quando ele me olhava com desejo. Oh meu Deus, eu estava começando a ficar bem confusa.

- V-Você não vai me matar? - Ele perguntou enquando eu ainda procurava o CD.
- Nop, não vou sujar minhas mãos né! - Respondi enquando me levantava e fiquei parada exatamente em frente a TV. Ele riu.
Ele ia se aproximar, mas minha mãe entrou na sala fazendo ele voltar à sentar no sofá.
- Crianças, eu vou viajar à negoçios com seu pai, se comportem. E ah, Demi, achei sua blusa roxa, coloquei na máquina de lavar, e Joseph, cuida dela. - Ele deu um sorriso e ela foi embora com meu pai atrás carregando um monte de malas. Era o cúmulo ela pedir pro Joseph cuidar de mim né! Humpf.

- Viu? - Ele se levantou de novo quando estavamos sozinhos.
- Vi o que? - Perguntei enquanto ele caminhava lentamente em minha direção.
- Ela disse pra eu cuidar de você!- Ele chegou bem perto, e ficou indeciso em colocar a mão em minha cintura, mas eu dei um sorriso e ele colocou.
- Hum, e? - Eu ainda sorria, como não sorrir com ele tão próximo?
- E...acho bom se comportar. - Ele sussurrou no meu ouvido. E aquele arrepio voltou, mais forte, se é que era possível.
- Eu sou uma boa menina Joseph, você é que é o mal criado. - Sussurei de volta, e senti ele apertar mais forte minha cintura, então coloquei os braços em seu pescoço.
- É, acho que sou. - Ele olhou meus lábios, e encostou os dele nos meus, ficou dando selinhos provocativos e deixei que ele aprofundasse o beijo, afinal eu não iria resistir por muito tempo mesmo. Então enquanto ele me beijava e segurava com força minha cintura, às vezes passando as mãos por minhas costas, eu puxava seu cabelo e também arranhava suas costas. O beijo era lento, mas cheio de desejo, então ele foi andando sem parar de me beijar, e caimos no sofá, ele ficou por cima. Eu deveria estar fora de mim. Ele começou a passar a mão por baixo da minha blusa, e apertava minha coxa. Eu mordia e dava pequenos puxões em seus lábios, era engraçado, porque percebi que quando fazia isso, ele gemia baixinho, e eu ria.
Eu não queria que aquele momento acabasse, mas foi muito bom a campainha ter tocado, porque nós estavamos nos empolgando. Levantamos assustados, e visivelmente envergonhados. Quando que Joseph Jonas ia me beijar desse jeito? Ele me odiava. Mas aquela não era hora de ficar pensando nisso, até porque agora teríamos que disfarçar muito bem pra nosso amigos. É, todos chegaram juntos, imaginou a bagunça?

- Oi gente. - Eu fui abrir a porta. Com a roupa um pouco(?) amassada e os lábios vermelhos.
- Demi!!! - Liam e Miley disseram juntos, e se olharam nervosos por isso. Todos os outros riram.
- Er, entra ai gente. - Dei espaço pra eles passarem. Os meninos foram cumprimentar Joseph. E logo todos estavam reunidos na sala. Num silêncio mortal e bem esquisito.
- Cadê a Sel? - Perguntei sentindo a falta dela.
- Erm, ela disse que não estava muito bem. - Danielle respondeu.
- A verdade é que a gente brigou. - Explicou Nick de cabeça baixa.
- Oun, sério? Ela deve estar bem triste Nick, ela gosta muito de você! - Miley disse e todas nós concordamos.
- É né?! Acho que vou lá, tchau gente, valeu! - E saiu enquanto desejávamos boa sorte à ele. Selena não era fácil! xD Novamente um silêncio de dar medo.
- Demi, você tá bem? - Danielle perguntou e todos olharam pra mim.
- Er, estou. Por que? - Ai meu Deus, elas perceberam.
- Tá com os cabelos bagunçados, a roupa também, e os lábios vermelhos. - Todos concordaram. Olhei de canto de olho para Joseph que ria da situação. Idiota, é porque não era com ele.
- E-Eu? É q-que e-eu...estava...c-correndo.- Eu tenho cada desculpa...
- Correndo? - Liam perguntou.
- É correndo, pra perder gordurinhas, sacou? Agora eu vou subir, vamos meninas. - Então todas me acompanharam até meu quarto, enquanto eu ainda ouvia Joseph rir. Garanto que ele ia contar pros meninos. Ai que vergonha!

No meu quarto as meninas se sentaram na minha cama e ficamos conversando. Na verdade elas conversavam, porque eu boiava em algum lugar por ai. Não, era um sofá, e Joseph por cima, e...

- Demi? Demetria ACORDA! -Danielle gritou delicada.
- Que?
- Meu, você não prestou atenção em nada né? Aonde você tava? - Ela me perguntou.
- Sei lá, não tô muito bem, Ok? - Me levantei e fui lavar meu rosto, quando voltei elas me puxaram e me fizeram falar.
- Pode ir falando, a gente não sai daqui enquanto você não falar porque está com essa cara de estou-em-choque! - Miley disse me fazendo rir.
- Prometem que não vão gritar? - Eu sabia que elas gritariam e os meninos lá embaixo saberiam o porquê.
- É uma coisa que me faria gritar? - Danielle disse.
- Te conhecendo, sim!
- Vou tentar, agora fala. - Miley riu.
- NÃO gritem, pelo amor de Deus. Eu e o Joseph...a gente.. - Eu nem terminei de falar e elas estavam gritando. Argh!
Coloquei as mãos no rosto, e elas riam, gritavam, pulavam, e de repente elas param, em choque. Eram loucas. Eu fiquei com medo.
- COMO ASSIM?
- VOCÊS SE ODEIAM!
Fui bombardeada de perguntas de novo, e então expliquei como aconteceu. As duas estavam com as bocas abertas e os olhos arregalados.
- Cara, isso é a prova de que os opostos se atraem. - Miley disse pensativa e eu balençei a cabeça. Louca, completamente.
- Não, eu estou confusa. Foi errado não foi? Tipo... ele me odeia. - Disse desesperada.
- E você odeia ele? - Danielle me fez pensar. Ele me irritava demais, mas não odiava ele.
- Eu moro com meu maior inimigo!! Oh meu Deus! Eu beijei o inimigo!!! - Comecei a andar em círculos com as mãos na cabeça.
- Demetria, cala a boca. - Miley disse rindo demais. Já disse que ela gosta muito de rir de mim? É, ela gosta.
- E vocês nem se beijaram, você deram um pega animal! HAHAHAHAHA! - Danielle ria descontroladamente seguida de Mi. Olhei pra elas com cara de poucos amigos.
- Vocês deveriam se controlar, porque eu posso rir de vocês também. - Falei com cara de mau.
- Ah é? Fazendo o que por exemplo? - Elas perguntaram ainda rindo.
- Esqueceram que Kevin e Liam estão logo lá embaixo? - Falei rindo, e andei um pouco até a porta. Elas arregalaram os olhos.
- Ok Demi, meu amor, estou com medo. A gente te ama. - Mi foi a primeira a se render.
- É Demi. Não faça nada, te amamos! - Começei a rir e entramos num outro papo, ouvimos música. E quando percebemos estava ficando tarde e nem fizemos muita coisa legal, então resolvemos descer e ver o que os meninos estavam fazendo.

- Oi, o que vocês estão fazendo? - Danielle perguntou descendo a escada.
- Jogando video-game. - Kevin respondeu. Então sentamos ao lado deles, mas quem disse que eles deram atenção pra gente?
- Ah, vamos fazer alguma coisa mais interessante vai...- Falei fazendo careta, e eles me olharam desconfiados.
- Tá, faz ai com o Joseph, quero jogar video-game. - Liam falou fazendo TODO mundo rir. -- Fiquei vermelha e fui beber água na cozinha.
- Joseph, você tá cuidando muito bem dela, né? - Ouvi da cozinha Danielle perguntar, e eles rirem de novo. Ah ok, agora eu cavo um buraco e fico por aqui mesmo.
- É, eu tô. Mas você também tá cuidando bem do Kevin, né?! - Joseph disse e arregalei os olhos. Então a menina que o Kevin estava falando era a Danielle!!!
- Danielle? Kevin, PORQUE VOCÊ NÃO ME FALOU SUA BICHA...- Eu gritei voltando correndo da cozinha. É eu gostava de falar dos outros, de mim não! rs.
- Você é outra traíra Okay? - Apontei pra Danielle. E agora que todo mundo sabia eles se abraçaram no sofá.
- É vamos ficar pra titia Demi, Danielle e Kevin, Selena e Nick. - Eu sabia porque Mi estava falando isso. Ela sempre foi afim do Liam, mas ele nunca percebeu, ou percebeu e fingi não ver. Mas não achei que ela também falaria que eu ficaria pra titia, e ela pode ter razão, foi só um beijo. Um beijo que me deixou completamente apaixonada. Tá não foi o beijo, mas vocês estenderam.
- Hello, eu estou aqui!!! - Disse Liam balançando os braços.
- E eu estou aqui! Dã! - Disse Mi, e Liam bufou.

PARA TUDO! Agora eu entendi, essa Miley é muito tonta, o Liam sempre esteve ali, ela é que nunca viu. humpf. Agora EU ficaria pra titia, EU!
Começei a rir sem parar.
- Por que você está rindo? -Joseph me perguntou.
- É, por que? - Mi também perguntou.
- Ai como vocês são burros. Miley eu vou te afogar.- Eu disse ainda rindo. Liam tinha entendido que eu tinha entendido o que Mi deveria ter entendido, mas não entendeu. Entendeu?
- Aff, quer saber, vou embora, e Liam, você é um otário. - Miley se levantou revoltada, e saiu batendo a porta.
- Eu mereço? Quer saber, dane-se, Joseph vamos sair amanhã? - Liam disse.
- Já é. - Joseph concordou animado.
- É nós vamos embora também, tchau gente! - Kevin falou, e logo todos tinham ido embora. Deixando uma Demetria com cara de idiota e um Joseph normal. Normal!!!

Ele ligou a TV, e novamente ficou enfiado nela. Sem nem olhar pra mim.

- Eu, er...vou dormir. - Falei pra ele.
- Tá. - Ele disse olhando pra TV. Um simples "tá".
- Tá, boa noite! - Tentei fazer ele me olhar.
- Noite! - É... não funcionou. Fui dormir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário