13 de abr de 2012

Mini Fic "Morando com o inimigo" - Capitulo 1


Hoje acordei assim, desanimada, triste... Talvez seja apenas um mau-humor passageiro, às vezes não, minha vida não anda muito bem, pelo menos não como deveria ser, aliás, alguém sabe como a vida deveria ser? Acho que não.
Eu não tenho amigos desde que me mudei para cá, você pode se perguntar como uma menina de 16 anos não tem amigas? Pois é, eu não tenho, e não me pergunte por que, e se você quer saber mesmo, eu não faço questão, todas as meninas daquela escola vivem para chamar atenção, eu não sou assim, e deve ser por isso que não tenho amigos, ridículo eu sei, mas vai entender!
Ah, e também não namoro, ou sou apaixonada, ainda não achei nenhum cara no qual eu realmente fui apaixonada, também não me preocupo com isso, sinto falta, mas não me incomoda, sinto falta sim, quem não sente? Não me incomoda, pois não quero quebrar a cara mais uma vez, alias não quero quebrar a cara como todas as outras vezes. Fui comprar meu all star ontem e fui cantada pelo vendedor da loja, acha legal? Pois eu não achei, ele era careca, nada contra os carecas de uns 50 anos, mas você entende que ele não faz meu tipo não é?!
É realmente não foi nada legal, comprei o all star e sai de lá o mais rápido que eu consegui.
Já que eu não tenho amigos você deve estar se perguntando o que eu faço o dia todo, não é? Bem o que eu faço, eu vou para a escola, volto para casa, escuto musica,leio, ah eu faço coisas normais de uma menina normal quando está com tédio, só que é como se eu estivesse com tédio todos os dias, entendeu? Não é muito legal,eu sei, mas eu já me acostumei, eu saio também, vou ao cinema, parques,só não tenho companhia, e eu escrevo também, é eu escrevo muito, é uma ótima distração para mim.
Meus pais trabalham muito, quase não os vejo em casa, às vezes eu sinto falta deles, mas já sou bem grandinha e entendo que eles não tem tempo para mim! Espera olha o que eu estou falando, meus pais não têm tempo para mim? Revoltante, mas é a mais pura e dura realidade Demetria, aceite. Meu nome é Demetria, todos me chamam de Demi. Consegui conversar com minha mãe alguns dias atrás já que estamos de férias, disse que queria mudar de escola, ela aceitou disse que tudo bem e agora estou esperando as aulas voltarem, falta apenas uma semana e espero me dar melhor do que nas anteriores. É hora de jantar e eu vou antes que meus pais reclamam que nem na janta estamos juntos.

Eu desci as escadas da minha casa, caminhei entre a sala e cheguei finalmente à sala de Jantar, sentei junto aos meu pais. Tivemos um jantar agradável, cansada eu subi e fui dormir.Uma semana depois eu acordava com o despertador do meu celular berrando na minha cabeça. Levantei num pulo, estava atrasada, essa merda estava errada de novo?
Joguei uma água no rosto e arrumei o cabelo na melhor maneira que consegui, um rabo de cavalo mal feito, é foi o melhor que eu consegui, sou lenta de manhã.Vesti uma calça jeans escura e uma blusinha qualquer roxa, e meu all-star. Não tomei café, estava sem fome, peguei minha mochila e caminhei até aonde era minha nova escola. Sentei numa carteira do fundo, faltava uns 5 minutos para começar a aula. Algumas (lê-se várias) pessoas me olhavam, será que era meu cabelo? Finalmente o professor entrou na sala pedindo silêncio e começou sua aula.Essa escola era melhorzinha, a gente não precisou se apresentar, o que era ótimo, odiava ter que ficar de pé, falar meu nome, onde morei, e blá blá blá, era disperdício de tempo.
Bateu o sinal do intervalo, peguei meu mp3, sim um mp3, pra que um mp20 se o que eu quero é só ouvir música, hã? Sentei numa mesa vazia, coloquei os pés em cima de uma cadeira do lado e fiquei concentrada na música que vibrava aos meus ouvidos. Foi quando eu vi algumas pessoas entrarem no refeitório rindo, eu achei eles super legais de vista, pareciam um grupo de amigos unidos e felizes. Eu nunca tive muitos amigos então senti um pouco de inveja deles. Mas do nada eu senti um frio na barriga, os pelos da minha nuca se arrepiaram, esqueci como respirar, não, não é exagero, eu vi o cara mais lindo do mundo. Ele tinha os olhos castanhos que me faziam querer mergulhar neles. Caminhou até uma mesa um pouco mais a frente com os amigos e sentou ainda sorrindo.  Eu não sei o que estava acontecendo comigo, foi uma sensação estranha, fora do real, que eu nunca tinha experimentado, mas tentei não ligar pra isso, esquecer, parei de secar o menino, e me concentrei novamente na música.

Uma menina se aproximou de mim, e eu tirei os fones de ouvido.
- Oi, meu nome é Selena! – disse a menina simpática.
- Oi, sou Demetria.
- Você é nova por aqui não é? – Perguntou Selena.
- Sim, eu sou, e você não é nova por aqui, certo? – perguntei.
- Não, eu estudo aqui faz um tempinho já. Bom eu só me apresentei, qualquer coisa você pode me chamar, Ok? – Selena disse se levantando para ir embora.

- Ah Ok, valeu! – Eu disse sorrindo.
Eu coloquei os fones de ouvido e Selena foi encontrar com os amigos.
- E ai Selena, foi falar com a menina nova? – Kevin perguntou.
- Fui sim, ela parece legal, vocês deveriam falar com ela também. – Selena disse sentando no colo do namorado.- Urgh, ela parece estranha - disse Joseph fazendo careta.
- Para de ser bobo Joseph, ela parece legal. - Disse Danielle.
- É mesmo, vamos lá falar com ela? - Miley perguntou à Danielle.
- Vamos!

As duas se levantaram e caminharam em minha direção, estranhei, mas tirei os fones assim que elas começaram a falar.
.- Oi, sou Danielle e essa é a Miley, podemos sentar? - Ela disse.
- Claro! Eu sou Demetria. - Tentei ser bastante simpática.
- Oi Demetria, acho que nossa amiga já veio aqui falar com você, né?- A tal de Miley disse e apontou pra Selena, a menina que veio falar comigo, e foi ai que eu percebi que elas faziam parte do grupo de amigos que eu tive uma invejinha boba à alguns minutos atrás e o troço estranho pelo menino dos olhos castanhos.

- Ah sim, é ela veio aqui. - Eu disse um pouco tímida, e total sem assunto.
- Caraaaa, amei seu all-star. - Danielle (olha gravei os nomes) disse pulando feito um macaco, enquanto Miley pedia pra ela se acalmar, eu ri.
- Séério? Eu também amo ele.  Acredita que o cara careca que me vendeu me cantou? - Eu disse na tentativa de achar um assunto, ou fazer elas rirem e gostarem de mim, e consegui, contei a história do careca e elas se mataram de rir, a verdade é que a tal de Danielle ria de tudo. No final a gente já falava e ria descontroladamente.

- Olha elas estão rindo, parece que se deram bem. - Liam disse.
- Sério? Ai eu vou lá então! - Disse Selena já andando em nossa direção também.
Os meninos se entreolharam e deram de ombros.
Logo Selena também tinha se juntado a gente, também ria e contava histórias dos amigos. Depois de um tempo, minha curiosidade falou mais alto e enquanto caminhávamos para a sala de aula novamente eu perguntei.

- Qual é o nome daquele moreno dos olhos castanhos? - Acho que corei porque elas deram risadinhas histéricas.
- O nome dele é Joseph, chamamos ele de Joseph, quer conhecê-lo? - Selena perguntou.
Sim, claro!
- Não, eu só achei ele...erm...é...estiloso. - Estiloso, Demetria? Não tinha uma desculpa melhor não? 
- Hum Ok. Demi quer ir lá em casa hoje? Vamos ver uns filmes, vai ser legal. - Perguntou Danielle.
- Ah claro, eu vou sim! - Disse super animada com minhas novas amigas.

Entramos na sala de aula, os meninos também, eu me afastei um pouco, acho que eu estava com medo dos meninos, será que eles iam gostar de mim como as meninas gostaram?E o Joseph, o que ele achava de mim? Ah ok, eu não me importava muito, eu nunca me importei com que os outros achavam de mim, mas dessa vez estava tudo diferente, e as borboletas na barriga não paravam, elas insistiam em se debater justo quando eu olhava para ele. Fiquei nesses pensamentos ridículos a aula toda.Finalmente a aula tinha acabado, e todos estavam me esperando para irmos a casa de Danielle assistir filmes, mas espera ai, todos? Isso mesmo, eu nem tinha pensado nisso, os meninos também iam claro, eles eram amigos. Tentei pensar em alguma desculpa pra escapar, mas no fundo eu queria ir, venci o medo e fui. 

- Erm, Oi? - Cheguei perto deles.
- Oi Demi. - As meninas falaram em coro.
- Esse é o Kevin, Liam, Nick e Joseph. - Selena me apresentou e eu comprimentei cada um. Até Joseph que me olhava de um jeito estranho.- Então vamos? - Danielle disse. Andamos até uma casa grande, com um lindo jardim na frente, era a casa que minha mãe pediu a Deus, sim ela ama flores. A casa deDanielle não era distante da escola, chegamos em pouco tempo. Por dentro a casa também era linda, móveis modernos e uma linda e enooorme tv de plasma, essa sim era a tv que TODO mundo pediu a Deus. Mas eu tinha uma de 20 polegadas no meu quarto que pegava muito bem, é, ainda bem que eu tenho uma não é?
Sentamos no grande sofá da sala, Selena e Nick estavam juntos, claro. Danielle estava ao lado de Liam e eu estava entre Joseph e Kevin. Eu me sentia completamente realizada, claro, quem não estaria? Ele eram lindos e erm.. Ok, parei.
- O que vamos ver? - Perguntou Kevin ao meu lado.
- Que tal um de terror, aquele que você comprou Sel. - Nick falou e as meninas fizeram caretas.
- Ahh não, depois eu fico tendo pesadelos por semanas. Nem vem, eu quero comédia ou romance. - Miley disse muito séria, eu quis rir.
Começou uma discução terrível, eu não sabia o que fazer, eles tinham até levantado do sofá, então resolvi me pronunciar.
- Geeente, por favor, escutem!! - Falei, eu tentei, mas ninguém me ouviu.
- GENTE!! escutem ok.- Gritei e na hora todos pararam.- Olha porque não assistimos um de terror, e Mi nas piores cenas você fecha os olhos, e depois para relaxar a gente assisti um de comédia ou de romance, pronto. - Eles ficaram pensativos, acho que gostaram.
- Ótima ideia Demi, nossa salvação. - Liam falou pulando e me abraçou, senti Miley olhar meio estranho, huum, acho que tem algo ai.
- É, e se alguém estiver com medo pode me abraçar. - Joseph disse olhando para mim. O que? Eu não tenho medo! E não vou abraçá-lo, não por falta de vontade.
- Aff tem que ser o Joseph. Vamos ver logo esse filme. - Danielle finalmente colocou o de terror, apagou as luzes e estranhamente senti todos se unirem no sofá, bando de medrosos!

O filme começou, era ridículo, isso nunca iria acontecer de verdade, mas todos estavam morrendo de medo. Aonde eu fui me meter?
Numa hora "assustadora", em que a mulher é puxada para dentro de um espelho e levada para a "Terra do Mal", as meninas se encolheram e agarraram os meninos, gritando.
- AAAAAAAAAH! Não eu não quero mais ver isso!! - Exclamou Miley agarrada aos braços de Liam, que estava adorando a situação.
- Calma Mi, pensa bem, é idiota, isso nunca vai acontecer de verdade. - Tentei fazer ela vontar pra realidade.
Miley sossegou, e novamente uma cena "assustadora" e outro grito.
- AAAAAAAAAAAAAAH!
No susto do grito de Danielle, eu pulei do sofá caindo um pouco pro lado e deixando meu corpo um pouco colado ao de Kevin. Na hora ele olhou pra mim e deu um sorriso sapeca do tipo que tinha gostado do meu susto e o resultado dele, sorri de volta e me arrumei no sofá, e reparei que Joseph me olhava com uma cara de que se pudesse me matar seria agora. Não entendo esse menino, ele não foi com a minha cara, ou está com ciúmes de Kevin, OMG OMG OMG ele é gay? Desperdício.
Continuamos a ver o filme e percebi que Joseph tinha se afastado de mim, fiquei chateada, afinal o que eu tinha feito? Mas ao contrário Kevin tinha se aproximado. O filme estava ficando entediante e acho que Kevin também estava achando isso.

- Filme babaca, coisa do Nick e do Liam, tenho certeza. - Ele susurrou ao meu ouvido dando uma risadinha abafada.
- Realmente, é muito fantasioso. - Susurrei de volta. Ele me deu um sorrisinho e voltamos a ver o filme.
Cinco minutos depois...
- Você parece bem legal Demi, qualquer dia quer tomar um sorvete? Conheço um lugar legal. - Susurrou novamente, dessa vez me arrepiei, pescoço era meu ponto fraco, e ele fez questão de soltar seu hálito no meu querido pescoço.
- Ah que isso, obrigada, eu adoraria. - Oi, me dei bem!!!

Reparei no meu coleguinha ao lado e ele queria me matar, tenho certeza. Mesmo com aquela cara ele era lindo, só não entendo a dele, depois vou falar com a Selena, quem sabe ela não me ajuda?
O filme de terror finalmente tinha acabado, já havia começado o de comédia romantica, e Selena e Nick estavam se pegando, nós jogamos almofadas para fazer eles pararem, foi muito engraçado ver a cara do Nick depois que cortamos o barato dele.
Logo o filme já tinha acabado também e estavamos conversando sobre tudo, eu contava algumas histórias e eles também me contavam muitas coisas do grupo, eu gargalhava de várias coisas, Joseph também ria, ele tinha uma gargalhada estranha, mas que me fazia querer rir junto. Lembrei que queria falar com a Sel e não esperei mais. 

- Sel, posso falar com você um instante? - Falei baixo perto dela.
- Claro Demi!- Nos levantamos e fomos até a cozinha da casa, também era linda.
- Pode falar Demi, é algo importante? - Ela me perguntou.


- Hum, mais ou menos, eu queria saber se eu fiz algo pro Joseph, ou se ele não gosta de mim? - Quando perguntei ela franziu a testa.
- Não, você não fez nada Demi. Também não sei porque ele está com essa cara, vou perguntar para ele, e depois te falo, mas você também poderia falar com ele, que tal? - Disse Sel.

Ah claro, já estou lá.
- Hum, Ok. Acho que era só isso, obrigada Sel.

Voltamos a sala e ficamos por horas conversando, eu realmente estava me enturmando.





Oiiiiiiiiiiiie meus amores, espero que tenha gostado! gostaram?

Comentem muito...
Beijos...
Amo vocês...









7 comentários:

  1. A sério que Joe tá com ciúmes? E Demi não, o Joe não é gay, ele só quer ficar com você (dá de ombros e assopra as unhas)
    Ok, me ignorem!!!!
    Posta logo linda....
    AMEI!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. http://perfeitosumparaooutro.blogspot.com.br/2012/04/tag_13.html

    ResponderExcluir
  3. Tag pra ti no meu blog flor, bjos! http://jemi-everlasting.blogspot.com.br/2012/04/tag.html

    ResponderExcluir
  4. QUE PFTO, SOS
    NECESSITO DO PROXIMO U.U
    POSTA LOGO

    ResponderExcluir